Como Tirar Manchas de Sol da Pele




Manchas Sol Como Tirar Manchas de Sol da PeleCom o fim do verão, além de uma pele bronzeada o sol pode deixar manchas que acabam atrapalhando todo visual. No entanto, a boa notícia é que na maioria dos casos essas manchas podem ser eliminadas. Claro que, isso não significa que os cuidados com o sol estão dispensados, ao contrário, é cada vez mais importante ter consciência dos cuidados que a beleza e a saúde da pele exigem. Ainda assim, é bom saber que seus efeitos podem ser amenizados mesmo depois que os problemas surgem.

As manchas normalmente surgem como resultado do excesso de sol, pois distribuídas ao longo da pele existem inúmeras células chamadas melanócitos, que são responsáveis por produzirem melanina, substância que dá cor ao tecido e também funciona como um filtro natural. Pessoas em geral têm mais ou menos o mesmo número dessas células, que podem ser comparadas a microindústrias responsáveis por produzir o pigmento responsável pelo bronzeado, e que é estimulado pela exposição ao sol. Quando a exposição é excessiva, essas pequenas indústrias podem não dar conta da demanda, e assim diminui a qualidade de melanina produzida, que também não se distribui de forma uniforme sobre a pele, dando origem a essas temidas lembranças solares.

Variando de de organismo para organismo, elas podem aparecer de várias formas diferentes, como pintas, sardas ou efélies, melanoses solares agudas, manchas de gravidez ou melasmas, melanoses solares crônicas e leucormias solares, cada uma dessas espécies tem características próprias, que dizem respeito à sua forma, cor, locais em que surgem e a gravidade das lesões.

São diversas técnicas desenvolvidas e aplicadas para atenuar ou mesmo eliminar o problema, as mais eficazes são as seguintes:

  • Laser: a luz é aplicada diretamente sobre a mancha atingindo os pigmentos que são fragmentados em pequenas partículas e absorvidos pelo sangue;
  • Nitrogênio Líquido: ele age diretamente sobre os melancócitos que produzem pigmentos de má qualidade, destruindo-os. O tratamento pode ser doloroso e produz pequenas bolhas que desaparecem após alguns dias;
  • Peeling: o dermatologista deverá analisar as manchas e definir sua profundidade e o tipo de peeling a ser utilizado;
  • Cirurgia: é o recurso mais utilizado para eliminar pintas, mas normalmente deixam cicatrizes;
  • Cosméticos: cremes e loções são muito utilizados contra manchas. Eles não removem totalmente as manchas, porém alguns mais eficientes quando aplicados corretamente podem clarear e suavizar seu aspecto. Dermatologistas alertam que a maioria desses cosméticos não podem ser utilizados por muito tempo, sob o risco de clarear ou escurecer demais a pele. O ideal é que sejam utilizados com prescrição de um dermatologista.



Deixe seu comentário

*