Pílula Do Dia Seguinte – Como e Quando Usar?




Dia Seguinte Pílula Do Dia Seguinte – Como e Quando Usar?A pílula do dia seguinte foi desenvolvida como um método para evitar a gravidez indesejada em situações de emergência. Porém, muitas mulheres ainda têm duvidas sobre seu uso, e acabam usando inclusive como método contraceptivo normal. A longo prazo isso pode ser prejudicial para a saúde, chegando a impedir uma gestação normal, quando chegar a hora.

Por isso, é essencial que você entenda como funciona e como você deve usar a pílula do dia seguinte.

A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência que age impedindo a fecundação do óvulo, portanto ela não é um abortivo. Contudo, se quando ingerir a pílula o óvulo já tiver sido fecundado, a pílula provoca a descamação das paredes do útero, expelindo o óvulo fecundado. Assim, a recomendação de tomar a pílula o mais rápido possível, pois nas primeira 24 horas depois da transa o risco de gravidez fica em apenas 5%, depois de 48 horas passa a ser de 15% e 40% depois de 3 dias. A dose recomendada é 1 comprimido nas primeiras 24 horas e o segundo 12 horas após o primeiro comprimido. Depois disso interrompa o uso do anticoncepcional diário até sua menstruação chegar.

Porém atenção, a pílula do dia seguinte é somente para casos de emergência, quando a camisinha estourou e/ou não se tomou o anticoncepcional do dia. Em hipótese nenhuma ela deve ser usada regularmente ou em substituição a camisinha, por dois fatores fundamentais: primeiro porque a camisinha é essencial para proteger você e seu parceiro das DSTs e segundo porque esse medicamente possui contra-indicações e efeitos colaterais. Ela é contra-indicada para mulheres com hipertensão, problemas cardíacos e diabetes, enquanto mulheres que estão em tratamento com antibióticos ou calmantes devem procurar um médico antes de usar a medicação. O medicamento também tem vários efeitos colaterais, entre eles dores de cabeça, alteração no ciclo menstrual, diarréia e vômito. Lembrando que no caso de acontecer diarréia ou vômito nas duas 2 horas seguintes após tomar o comprimido, a dose deve ser repetida.

A pílula do dia seguinte não precisa de receita médica e pode ser comprada em qualquer farmácia, assim como os anticoncepcionais normais, por um preço baixo. Mas vale ressaltar novamente, a pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência, não deve substituir os outros métodos anticoncepcionais, especialmente a camisinha.




Deixe seu comentário

*