Os Riscos de Cheirar Cacau

Quando a gente acha que não se pode inventar mais nada, eis que surge uma moda perigosa e estranha. Cheirar cacau é um hábito que está chegando nas baladas brasileiras e pode trazer mais danos do que se imagina.

Antes de qualquer coisa, é preciso explicar que ‘cheirar cacau‘ é exatamente isso que você está pensando. Ao invés de aspirar drogas convencionais, jovens têm usado o pó do cacau para conseguir um momento de êxtase semelhante.

Por que Cheirar Cacau?

Quando a gente imagina cacau, costuma ser em forma de chocolate. No entanto, descobriu-se que, em sua forma mais pura, o cacau possui endorfina e tirosina, substâncias anteriores à dopamina. Isso faz com que sejam produzidas sensações de bem estar – não é à toa que a gente ama chocolate facilmente.

Mais comum em baladas da Europa, este hábito está se popularizando aos poucos no Brasil. Mas se engana quem acha que é algo novo.

Pesquisas científicas já indicaram que civilizações antigas como a Maia e a Asteca utilizavam o cacau em rituais e cerimônias que buscavam bem estar e prazer.

Riscos de Cheirar Cacau

Apesar de parecer apenas estranho, a verdade é que aspirar cacau não é tão menor pior do que outras drogas. Por enquanto, são poucos os estudos sobre os efeitos desse hábito, mas todos indicam que a prática não é adequada.

Mesmo se tratando de uma substância natural, sua ação pode ser prejudicial ao organismo. Inicialmente, não existem casos de pessoas viciadas em cacau, existem propriedades que o transformam num potencial viciante, podendo ter efeitos no cérebro.

Outro ponto importante é que, para ter efeito, é preciso aumentar a quantidade de cacau aspirado. E a cada vez, o efeito dura menos, podendo levar à sensação de que se deve consumir mais e mais, devendo existir um grande cuidado em seu uso. Se possível, evitando ao máximo.

Já Ouviu Falar no Cabelo de Confete?

Para quem adora mudar de visual, pintar o cabelo é sempre maravilhoso. Mas, e como escolher a cor? Quem tem dificuldade com essa escolha vai amar o Cabelo de Confete, nova tendência para o verão 2018.

Depois dos fios em tom pastel, geralmente em degradê nas pontas, agora a moda é usar as cores em todo o cabelo. Para isso, é criado uma espécie de mosaico.

O que é o Cabelo de Confete?

Esse é um tipo de tintura que foi lançado no começo deste segundo semestre por uma profissional australiana. As primeiras fotos do estilo são do salão Blondies of Melbourne. A ideia é usar pontinhos de cores em todo o comprimento. É como se fossem pontos de luz, deixando uma ilusão de ótima super diferente.

Para conseguir o efeito, é preciso recorrer a um salão, por ser algo bem técnico. Na hora da tintura, o cabeleireiro deve utilizar cores variadas, pintando faixas estreitas e deixando parte dos fios ao natural. Como são usadas cores fantasia, não precisa deixar por muito tempo antes de lavar.

Para as morenas, a técnica não é muito indicada, já que não vai aparecer muito. O estilo é mais indicado para cabelos descoloridos ou bem clarinhos.

Tendência Para Redes Sociais

Chegando ao Brasil aos poucos, a moda do Cabelo de Confete ainda é mais destaque em redes sociais do que na vida real. Por se tratar de um visual mais sutil e que dá trabalho para fazer e manter, pode não ser indicado para muita gente.

Já para quem ama novidades e mudar os fios, pode ser uma maneira interessante de inovar e chamar atenção. Por ainda não ser tão popular, com certeza o efeito especial será uma grande inovação.

Como Decorar a Árvore de Natal Gastando Pouco

Aquela época do ano em que mais se enfeita a casa chegou. No entanto, nem todo mundo pode gastar muito decorando a árvore de natal. Ainda bem que cada vez mais existem alternativas baratas de decoração.

Para começar, a árvore não precisa nem ser árvore de verdade. Você pode improvisar com luzinhas, por exemplo. Ao invés de montar no chão ou em uma bancada, organize o pisca-pisca na parede, com o formato da árvore. Vai ficar charmoso e criar o clima que você deseja da mesma forma.

Veja outras dicas de como decorar a árvore de natal gastando pouco:

  • Comida: lembra quando colocar pipoca em forma de corrente era moda? Pois é, hoje em dia não se usa mais fazer isso, mas pode servir de inspiração. Se você gosta de cozinhar, pode fazer bolachas natalinas em formatos variados e pendurar na árvore. O mesmo vale para chocolates com temática festiva.

  • Papel: outra opção para decoração é usar papel. Para quem tem crianças, pode ser a oportunidade de fazer desenhos e dobraduras. Balõezinhos, corações, estrelas, tudo pode dar um charme mais pessoal para o seu pinheirinho.

  • Reciclar: se você já tem enfeites e quer alguma novidade, a dica é reciclar. Você pode colocar strass ou brilhos em bolas antigas, dando uma cara nova. Envolver os enfeites em lã também pode criar um estilo novo. Vale a pena apostar na criatividade.

  • Minimalista: ao invés de encher de enfeites novos, você pode optar por uma decoração minimalista, focando apenas em poucos objetos. É possível fazer pompons de uma cor só, ou coloridos, e colocar na árvore sem outros tipos de enfeites.

  • Fotos: para famílias grandes, colocar fotos na árvore pode dar um toque pessoal incrível. Pegue imagens variadas de momentos especiais, fure e coloque uma fita para ajudar a pendurar.

Com um pouco de criatividade e boa vontade, você vai conseguir ter uma decoração bonita e barata para o seu natal!

Dezembro Vermelho: 5 Fatos Importantes Sobre o HIV

Desde o ano passado, o Dezembro Vermelho se tornou oficial no Brasil. O último mês do ano é dedicado à prevenção ao HIV.

Longe de ser uma sentença de morte como há alguns anos, o HIV e a AIDS continuam não tendo cura. Isso significa que a prevenção ainda é o melhor caminho.

Confira a seguir 5 Fatos Importantes que você precisa saber sobre a doença:

  • AIDS: ter o vírus HIV não significa necessariamente desenvolver AIDS. Quem é contaminado com o vírus pode demorar ou nunca desenvolver a doença. Assim, uma pessoa soropositiva pode ter uma qualidade de vida igual a de quem nunca se infectou.

  • Sintomas: um risco da AIDS é que seus sintomas são muito parecidas com o de uma gripe. Como o vírus ataca o sistema imunológico, a pessoa infectada pode sentir febre, mal estar, entre outros.

  • Exame: se uma pessoa é exposta ao vírus HIV, pode demorar algumas semanas até que o exame comprove que a pessoa é soropositiva. Por isso, é importante fazer o exame regularmente.

  • Grupo de Risco: no começo da epidemia de HIV, existiam grupos de risco, considerados mais passíveis de pegarem o vírus. Atualmente, porém, isso não existe mais. O Ministério da Saúde determinou que como a doença se espalha em diferentes indivíduos, o que existe é comportamento de risco.

  • Prevenção: não adianta, o preservativo ainda é o grande aliado na prevenção contra a AIDS. Embora a incidência de novos casos tenha diminuído, ainda é essencial se preservar. E isso vale também para casais que oficializaram a união.

Para encerrar, vale reforçar que soropositivos podem ter uma vida normal. Com alguns cuidados, é possível inclusive ter filhos sem o vírus.

Receita de Água Termal

Se existe uma mulher que parece só melhorar com o tempo, é Ana Hickmann. A apresentadora mantém a mesma pele de quando era modelo e surpreendeu por nunca envelhecer. E a Água Termal parece ser um de seus grandes segredos.

Em uma recente entrevista sobre seus cuidados com a pele e os cabelos, Ana revelou que utiliza a água termal regularmente. Quando quer se refrescar, ela espirra algumas gotas no rosto. Quando quer dar mais saúde aos cabelos, é nos fios que aplica essa água.

Claro que Ana tem sua própria linha de cosméticos e deve utilizar produtos sofisticados. No entanto, existem outras opções igualmente interessantes para a pele. É possível até mesmo preparar sua água termal em casa. Confira:

Receita de Água Termal

3 sachês de chá de camomila

1/4 de uma maçã pequena

Modo de Preparo: Prepare o chá com pouca água, para que fique bem forte, utilize cerca de meio litro. Acrescente as maçãs cortadas em pedaços pequenos e leve para gelar. Se tiver uma embalagem em spray, armazene por até 5 dias na geladeira e 3 dias fora.

A água termal pode ser aplicada na pele sempre que você sentir necessidade. Nos cabelos, o ideal é não exagerar, borrifando de 2 a 3 vezes por semana.

Benefícios da Água Termal

Durante a primavera, nossa pele está se recuperando do ressecamento do inverno e precisa de cuidados adicionais para sobreviver ao calor. Os componentes da água termal protegem dos radicais livres e criam uma espécie de película de proteção.

Na prático, isso significa que sua pele e cabelo vão sofrer menos com os efeitos do tempo, maquiagem, sujeira. Vale a pena incluir na rotina de beleza.