Aumente Sua Disposição Com Hábitos Simples

Mal acabou o feriado e você já tem que trabalhar? A preguiça pós Carnaval é super normal, no entanto, você não pode acordar desanimado todos os dias. Sua disposição precisa estar em alta para que você cumpra todos os seus compromissos e consiga mais bem estar na sua vida.

Tudo bem que a gente nem sempre está se sentindo incrível todos os dias, isso é comum e aceitável. Mas isso não significa que uma sensação de cansaço o tempo todo também seja. Nossa mente e corpo foram feitos para viver bem dispostos e, para isso, bons hábitos são essenciais.

Veja o que pode te ajudar a aumentar a sua disposição com dicas simples:
  • Sono: todo mundo sempre quer dormir 5 minutinhos a mais na hora de sair da cama, mas você já pensou em deitar mais cedo? Pois é, pode ser muito mais eficiente começar seu sono antes, ao invés de começar o dia reclamando. Nas primeiras noites pode não ser fácil, mas você logo vai perceber como pode ser bom dormir cedo.

  • Alimentação: sabe quando você come muito ou alguma coisa muito pesada e se sente mais lento? Durante a noite, nosso organismo está num ritmo mais devagar e se você comer algo pesado, vai exigir muito dele. Assim, você tem mais chances de acordar cansado.

  • Colchão: praticamente todos os nossos sintomas passam pelo colchão. Qualquer dor ou incômodo podem estar relacionados a um colchão mau escolhido ou velho. Muita gente acorda dolorido achando que não teve tempo de descansar, mas a verdade é que dormiu mal colocado e não conseguiu relaxar como deveria.

  • Rotina: o carnaval deixa todo mundo festando pra lá e pra cá, mas o bom mesmo para a nossa disposição é uma rotina bem regulada, sem tanta festança. Você pode sair se divertir, claro, mas tenha sempre em mente o quanto você pode beber, até que horas ficar, quando ir dormir, etc.

  • Satisfação: você já parou pra pensar se está nesse emprego porque ama ou apenas porque precisa? Todos nós temos que trabalhar, mas se você está num emprego que detesta, não hesite em sair distribuindo currículos. Pode ser que sua preguiça seja sinal de insatisfação.

Mais do que qualquer coisa, precisamos sair da nossa zona de conforto para conseguir uma vida melhor. Não subestime seu bem estar, se algo não estiver bem, procure mudar para ter resultados que te deixem mais feliz.

Quem Pode Fazer Cirurgia Refrativa?

Quem usa óculos sem dúvida já pensou como seria enxergar normalmente. E cada vez mais essa possibilidade está mais acessível, com procedimentos como a cirurgia refrativa, que corrige o grau.

Antigamente, as cirurgias eram com bisturi tradicionais, com riscos mais altos e recuperação lenta. Agora, no entanto, o laser trouxe uma grande modernidade e praticidade. Com diferentes técnicas, seu uso reduziu o tempo de cirurgia para até 5, 6 minutos.

Mas embora seja super simples atualmente, ainda existem alguns critérios importantes para definir quem pode ou não fazer cirurgia refrativa:

  • Idade: é importante que o grau esteja estabilizado para fazer a cirurgia a laser. Em geral, isso acontece apenas depois dos 18 anos, por isso, não se faz o procedimento antes da maioridade.

  • Córnea: a saúde e a espessura da córnea são fatores decisivos para o laser. Existe um valor de segurança mínimo para que o oftalmologista possa efetuar a correção. A presença de cerotocone também é decisiva.

  • Retina: é importante fazer uma avaliação da retina para descobrir se há alguma alteração ou lesão. Atualmente é possível cauterizar pequenos rasgos na retina e fazer a cirurgia após algumas semanas de cicatrização.

Também são avaliados outras possíveis doenças oculares, como conjuntivite, por exemplo. O médico especialista deve descartar qualquer paciente que tenha alterações que possam atrapalhar o bom resultado da cirurgia. Em geral, são exigidos de 4 a 5 exames básicos antes de estabelecer se a pessoa está apta a operar.

Outro ponto importante é que nem sempre o paciente vai conseguir zerar a necessidade dos óculos. Pode ser que reste algum grau residual, caso o grau seja muito alto, mas varia bastante de caso para caso.

Antes de fazer a cirurgia é interessante procurar um profissional qualificado e ficar atento para seu histórico operatório. Embora seja um procedimento simples, os cuidados com a avaliação antes da cirurgia refrativa são essenciais. É nestes exames que se poderá estabelecer o sucesso do procedimento.

Sobrancelha Realista

Você lembra da época em que as sobrancelhas eram um fiozinho bem fino? Pois é, ainda bem que este período passou e estamos agora no que chamamos de sobrancelha realista. Você anda seguindo essa tendência?

Para quem ainda não se deu conta, basta olhar para os rostos femininos ao redor. As sobrancelhas não estão mais tão padronizadas como costumavam ser. A ideia agora é respeitar o visual mais natural, sem parecer tão podadas.

Confira as dicas para uma sobrancelha real:
  • Formato: existe designer de sobrancelha e profissionais super capacitados para lapidar uma boa sobrancelha, mas uma regra é absoluta. O formato natural da pessoa precisa ser respeitado. Se for mais cheinha, mais caidinha, mais curvada, não importa. O objetivo é manter a personalidade.

  • Espessura: esqueça os símbolos da Nike! A piadinha sobre as sobrancelhas fininhas e curvadíssimas não procede mais. Os fios estão sendo mantidos, priorizando uma espessura mais natural. O que se faz é apenas retirar os excessos.

  • Arco: existem regrinhas para definir a altura do arco da sobrancelha, que levam em consideração o tamanho do nariz, por exemplo. Ainda assim, a tendência é que estes arcos sejam absolutamente realistas, tirando apenas os fios que estão incomodando, nada além. O arco não é mais super alto e destacado.

  • Preenchimento: a henna virou a melhor amiga das sobrancelhas com falhas ou muito clarinhas. Feita por um bom profissional, a tintura em henna pode realçar a cor e deixar o rosto mais harmônico.

  • Fio a Fio: quem cometeu o erro de arrancar fiozinhos demais e eles não cresceram têm a possibilidade de corrigir essa falha com as técnicas fio a fio. Super naturais, os procedimentos ajudam muito as que ficaram ‘carecas’ e querem corrigir os pelos do rosto.

Claro que, vale reforçar, o importante é que você esteja feliz com a sua sobrancelha. As tendências servem como parâmetro de beleza, então se você ainda curte os fios bem aparados, apenas tome cuidado para não ficar muito artificial.

Como Economizar Para Viajar

Muita gente sonha em viajar mas acha tudo será tão caro que nem tenta se planejar. E este costuma ser a grande diferença entre quem investe em viagem e quem acha que não tem condições. Mas a verdade é que muita coisa não depende de riqueza, mas de economia.

Saber economizar no dia a dia é essencial para poder viajar. O planejamento é o que faz diferença. Não importa se você ganha pouco, apenas que estabeleça um objetivo e trace metas para chegar até ele. Pode ser que você demore mais tempo do que gostaria, mas com certeza vai conseguir dinheiro para viajar se tiver um bom planejamento.

Veja a seguir 5 dicas de como economizar para poder viajar:

  • Refeições: calma, ninguém vai te dizer pra passar fome em troca de uma viagem. No entanto, saber administrar suas refeições faz toda diferença. Levar marmita de casa ao invés de comer em restaurante ajuda muito no orçamento. Além disso, é interessante que você corte a sobremesa e o refrigerante. Assim, você economiza e ainda fica mais saudável.

  • Entretenimento: tudo bem que você ame cinema e vá toda semana, mas já parou pra pensar em quanto gasta a cada vez? Entre o filme, a pipoca, a gasolina e a entrada de algum convidado, é muito dinheiro que você pode guardar. Vale deixar pra ir só naqueles lançamentos que você realmente não pode perder. E levar pipoca de casa também é válido.

  • Transporte: a carona e a caminhada precisam ser suas grandes aliadas. Se você não tem como ir a pé ou alguém que possa te levar, opte pelo transporte coletivo. Faça as contas e analise o que compensa mais.

  • Desapego: sabe aquela roupa que você usou uma vez só e ainda está nova? Não hesite em vender. O mesmo vale para móveis que estão num canto sem uso. Desapegue do que não te faz falta e guarde o dinheiro numa poupança.

  • Passagens: ficar de olho no preço das passagens é essencial para qualquer viajante. Mesmo se e principalmente se for viajar daqui alguns meses, comece a acompanhar os valores desde já. Pode ser que você consiga descontos incríveis.

Também vale dizer que uma viagem não precisa ser para algum lugar super distante e durar mais de uma semana. Se você ainda não tem um orçamento que te permita ir pra fora do país, por exemplo, viaje pelo Brasil mesmo, vai valer a pena da mesma forma.

Sintomas de Pedra no Rim

Quem tem ou teve pedra no rim dificilmente soube qual era o problema logo de cara. Muito fácil de confundir com dor na lombar, por exemplo, esta é uma das doenças mais dolorosas que podemos ter.

Um dos motivos que torna pedra no rim tão difícil é o fato de que as crises podem ser extremamente desconfortáveis, especialmente por serem quase sempre inesperadas. Podendo ser acompanhadas de pressão baixa, há quem demore a tratar da maneira correta.

Veja a seguir 4 sintomas mais comuns de pedra no rim:
  • Dor: mulheres que já tiveram filhos costumam comparar a dor de ter pedras nos rins com a dor de parto. Ou, ainda pior, já que durante as contrações, a dor vai e volta, e numa crise, ela é permanente, podendo até mesmo causar desmaios.

  • Cólica: a dor causada pela pedra é uma cólica que pode aparecer no baixo ventre e também na região das costas. É super comum quem comece sentindo um fiozinhode dor na lombar e vá ao médico achando que se trata de coluna.

  • Xixi: é estranho dizer isso, mas você precisa cuidar atentamente do seu xixi, caso exista suspeita de pedra no rim. Ir ao banheiro toda hora e sentir dor ao urinar é um grande sinal de alerta. A presença de sangue no xixi também deve ser investigada.

  • Náuseas: sentir náusea ou ânsia de vômito uma vez ou outra não significa que você tenha pedra no rim. Entretanto, se este for um sintoma recorrente e acompanhado de algum outro sinal, vá ao médico o mais rápido possível.

Se você tem alguém na sua família com pedra no rim, é sempre muito importante manter um cuidado ainda maior na alimentação. Evitar a ingestão de sal é algo essencial.

Da mesma forma, é muito importante se manter hidratado e beber muita água, especialmente durante os períodos de crise. Caso a pedra seja pequena, é possível que ela seja expelida naturalmente. Já para as maiores, cirurgias podem ser indicadas.