Botox

Acabar com as rugas faciais e marcas de expressão é o sonho de consumo de muitas mulheres, que se atormentam com os primeiros sinais de envelhecimento. Por isso, o tratamento estético feito com a aplicação de Botox é um grande sucesso, reduzindo e até eliminando as rugas e marcas de expressão. Chegando muitas vezes a eliminar a necessidade do paciente se submeter a uma cirurgia plástica, pois suas aplicações são muito menos invasivas.

O Botox®, assim como Dysport®, são as duas marcas registradas da toxina botulínica A, existentes no mercado atualmente. A toxina botulínica A é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium Botulinum, que se desenvolve no organismo humano através de afecções alimentares e, depois de sintetizada e estabilizada, é comercializada na forma de um pó branco e seco, embalado a vácuo em um frasco de vidro. Sendo posteriormente reconstituído com soro fisiológico para ser aplicado.

A toxina botulínica A começou a ser utilizada na década de 80 no tratamento de distúrbios musculares e neurológicos. A partir da década seguinte, começaram a ser observados os primeiros efeitos estéticos, com a diminuição das rugas na volta dos olhos dos pacientes que usavam a toxina para tratamento médico. Com isso, aumentaram os estudos e as pesquisas sobre o uso com fins estéticos, sendo que a toxina botulínica logo se tornou um dos tratamentos de maior sucesso contra as rugas e marcas de expressão faciais.

As rugas surgem por muitas causas, diminuição do colágeno, genética, raios ultravioletas, ação da gravidade, movimentos repetitivos, etc. Contudo, em todos os casos os músculos perdem a elasticidade e formam os vincos que dão forma à essas marcas. A toxina botulínica tipo A, aplicada diretamente sobre os músculos faciais, promove o seu relaxamento, eliminando as marcas de expressão e as rugas finas, com muita eficácia.

O uso da toxina botulínica tipo A, na forma do Botox, com fins cosméticos tem se tornado cada vez mais popular. Porém, é preciso tomar algumas precauções com a sua aplicação. Sempre cuidando com a dose exata, a diluição e o manejo adequado, garantindo assim o melhor resultado final e evitando que o rosto fique esticado demais e sem expressão. Pacientes gestantes e com quadros de infecção ativa não devem se submeter a tratamento com a toxina. Os efeitos do botox duram de 3 a 6 meses, validade que varia de acordo com cada paciente, terminado este prazo, a toxina deve ser reaplicada para se manter os efeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *