Como Beber Menos Durante as Festas de Final de Ano

Não adianta, quanto mais o natal e o reveillon se aproximam, mais eventos surgem e mais a gente acaba bebendo. Muita gente se preocupa com a dieta, mas nem se dá conta que acaba exagerando também no álcool.

Claro que a gente sabe que é gostoso beber uma cerveja com os amigos, o problema é quando se perde o controle e a noção de quanto álcool estamos colocando no organismo. Até mesmo para quem deseja emagrecer, uma taça de vinho, por exemplo, pode significar umas 200 calorias a mais ao final do dia.

Então, se você quer evitar que isso aconteça, confira as dicas sobre como beber menos nas festas de final de ano:

  • Escolhas: uma dica infalível para evitar exageros é sempre escolher aquilo que você não pode ficar sem e simplesmente deixar o resto de lado. Você não abre mão do chopp antes da ceia? Perfeito, beba sem preocupações e fique na água e no suco quando começarem a servir a comida.

  • Quantidade: você não precisa ser aquela pessoa que passa a tarde no shopping com uma garrafa de cerveja que fica até quente, mas é essencial que você cuide com a quantidade de álcool que pretende tomar. É fácil se deixar levar e pedir uma e outra e mais outra. Então, tenha em mente que serão 3 cervejas e pronto. Regule o momento em que cada uma será consumida.

  • Necessidade: muita gente acha que precisa de álcool para se divertir e nem se dá a chance de tentar ficar sem bebida. Que tal testar como é uma noite a e refrigerante? Talvez você descubra que as pessoas ao seu redor são ainda mais interessantes.

  • Comemoração: uma taça de champagne no reveillon é super clássica, mas será que você precisa beber para comemorar a chegada do novo ano? Tente focar mais no evento, no recomeço, na sensação de novas possibilidades e menos na bebedeira.

  • Água: se você quer mesmo enfiar o pé na jaca,  beba água. Ficar bem hidratado é muito importante para que seu corpo tenha condições de enfrentar a noite de natal e reveillon sem que você comece a passar mal.

Pra encerrar, lembre-se sempre que a bebida precisa ser apenas parte de qualquer festa ou celebração, não a base dela. Não estamos julgando ninguém, mas é melhor não ser o bêbado inconveniente dos eventos, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *