Consumo de Carne Atrapalha o Nosso Humor?

Semana passada, o ator Dado Dolabella, conhecido por ter agredido Luana Piovani, resolveu dizer que o consumo de carne vermelha foi um dos responsáveis por seus erros. Vegano, ele acredita que sua vida mudou depois que passou a comer apenas vegetais. Mas, será que é isso mesmo?

É bem verdade que o consumo de carne vem sendo muito atacado nos últimos tempos, contudo, suas proteínas são consideradas essenciais para o corpo humano. Para a maioria dos nutricionistas, não existe um substituto que possa garantir ao organismo a mesma quantidade de nutrientes, por isso, é importante fazer um acompanhamento na hora de aderir ao veganismo.

Dito isso, confira os verdadeiros malefícios que a carne pode causar:
  • Doenças: o problema não está necessariamente no consumo de carne, mas sim na qualidade desta carne. Estudos já comprovaram que carnes orgânicas são mais benéficas para o organismo. As que são muito processadas podem aumentar as chances de desenvolver doenças cardiovasculares e câncer.

  • Colesterol: a carne magra é considerada sempre a melhor opção. Os cortes com mais gordura possuem uma quantidade maior de gordura saturada, que aumenta os níveis de colesterol, eleve a pressão arterial e pode conter compostos carcinogênicos.

  • Humor: segundo Dado, o peso da violência por trás da preparação e criação dos animais tornava sua alimentação mais pesada, alterando seu humor e atitudes. Não existe qualquer comprovação científica a esse respeito. No máximo, o que pode acontecer é uma situação de peso na consciência para quem é defensor dos animais.

Claro que, vale dizer, nossa mente possui uma grande influência no nosso bem estar físico. Contudo, creditar erros e violências ao consumo de carne pode ser uma irresponsabilidade.

Para quem não aprova o consumo de carne vermelha, o ideal é sempre se informar ao máximo para substituir corretamente os nutrientes e investir em conhecimento sobre o assunto, para não repassar informações equivocadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *