Remédio Caseiro Para Dor de Garganta

Não adianta, o frio começa a ganhar força e também as doenças de inverno. E não tem nada pior do que uma gripe acompanhada de uma dor de garganta, não é?

O ideal é sempre procurar um médico de confiança assim que a doença aparece. Com os remédios certos, é possível melhorar em cerca de uma semana. O problema é que nem sempre a gente consegue ficar com essa dor até passar. E é aí que os remédios caseiros podem ajudar bastante.

Veja a seguir 5 exemplos do que você pode fazer em casa para melhorar a dor de garganta:

  • Gargarejo com Bicarbonato: nenhum pó caseiro é mais milagroso do que o bicarbonato de sódio. Muito útil para limpeza e desinfecção, pode ser usado para fazer gargarejo misturado com água morna. Vai ajudar muito a limpar a garganta e amenizar a dor.

  • Chá de Hortelã com Mel: um bom chá sempre ajuda em qualquer situação e ajuda muito nas dores e desconfortos da garganta também. Beber chá ao longo do dia será muito útil.

  • Gengibre: se você tiver um pouquinho de tempo, pode preparar um chá de gengibre e beber sempre que puder. Mas se não, basta mastigar um pedacinho da raiz sempre que tiver sentindo desconforto. Vai dar uma sensação de limpeza no local.

  • Banana: sabe aqueles momentos em que mais fica difícil se alimentar? a banana pode ser uma boa opção. Por ter uma textura macia, não vai machucar ao engolir e ainda acalma um pouco a garganta.

  • Vinagre de Maçã: com uma função antibacteriana, o vinagre de maçã contribui bastante para limpar a garganta e diminuir a dor. Pode ser feito gargarejo ou consumir com canela e mel, para mais efeitos ainda.

Vale reforçar que estas dicas servem como aliadas do processo de tratamento e cura da dor de garganta. Se possível, evite ficar apenas nos remédios caseiros, principalmente se sentir que está piorando ao invés de melhorar.

Cabelo Caindo, o Que Fazer?

Toda pessoa de cabelos compridos sabe bem como fica o ralo do banheiro depois de alguns dias se não limpar. Sentir os cabelos caindo pode ser super normal, mas desde que seja uma quantidade pequena. Se chamar atenção, é porque algo está errado.

Antes de qualquer coisa, é importante entender que a queda é parte do ciclo do cabelo. São cerca de 3 a 5 anos de crescimento, algumas semanas sem crescer, e então um período de queda natural. O que você precisa ficar atento é se esse fio que caiu está com a pontinha branca. Caso a resposta seja sim, é sinal de que o cabelo caiu antes desse ciclo, o que não é normal.

Confira o que pode te ajudar quando o cabelo estiver caindo muito:

  • Higiene: muita gente acha que é preciso lavar os cabelos todos os dias e isso não é verdade. O ideal é que os fios sejam lavados quando estiverem sujos, o que varia de pessoa para pessoa. Lavar demais pode deixar fragilizado, aumentando a queda, e lavar de menos pode causar o aparecimento de fungos, por exemplo. A temperatura da água também é determinante.

  • Quebra: é importante ficar atento para o que é queda e o que é quebra. Um cabelo muito maltratado costuma quebrar mais facilmente. Nesse caso, hidratação e cuidados para recuperar os fios é o mais indicado.

  • Desembaraçar: o ato de passar o pente nos cabelos molhados pode facilitar a queda. Portanto, pode ser mais interessante apostar num bom creme desembaraçante e deixar para pentear apenas depois de secos.

  • Estresse: nosso corpo é maravilhoso e dá sinais de quando algo está errado. A queda de cabelos pode ser um sintoma de excesso de estresse. É importante avaliar as situações a seu redor para tentar descobrir se é preciso fazer uma prevenção ou um tratamento mais intenso.

  • Dieta: uma alimentação equivocada, com carência de proteínas ou outras vitaminas, pode causar a queda de cabelos. Manter uma dieta equilibrada pode fazer toda diferença.

Para encerrar, vale dizer que se seu cabelo está caindo muito, você deve procurar um dermatologista. Os shampoos anti-queda podem amenizar um pouco o problema, mas reduzem muito pouco a queda.

10 Mandamentos Para um Coração Saudável (Parte 2)

Quando foi a última vez que você aferiu sua pressão? Pois é, às vezes a gente descuida da saúde do nosso coração e isso pode ser péssimo a longo prazo.

Nós já começamos a falar sobre a importância de controlar a pressão arterial e hoje o coração vai continuar sendo o assunto. Por mais difícil que possa parecer, a verdade é que com poucos cuidados é possível fazer uma imensa diferença na nossa saúde. Basta ter um pouco de disciplina e determinação.

Vamos então aos 5 mandamentos que faltam para ter um coração saudável?

  • Diga Não ao Sedentarismo: atividade física regular é essencial para qualquer organismo saudável. Não importa se você prefere musculação, caminhada, corrida, bike, o que importa é manter-se em movimento e exercitar seu músculo mais importante.

  • Escolha Bem os Alimentos: você pode amar batata frita e comer uma vez por mês, tudo bem. O que não dá é pra manter uma dieta à base de frituras. Escolher bem seus alimentos é escolher viver mais e melhor.

  • Faça Exames: não tenha medo de descobrir se tem diabetes, colesterol alto ou outra doença. Saber o que se passa no seu corpo te dá a oportunidade de fazer um tratamento adequado. Não subestime os exames de rotina.

  • Evite o Estresse: com a rotina corrida fica difícil não se estressar, mas priorizar uma vida mais tranquila pode te ajudar muito a proteger o coração. Aposte na yoga, na meditação e naquilo que te acalme.

  • Ame a Vida: quando você ama a vida, fica mais fácil se esforçar para torná-la a melhor possível. Aprenda a curtir seus momentos e a compreender que você merece ter uma boa saúde.

Para encerrar, vale dizer que foi-se o tempo em que ter alguma doença cardíaca representava uma sentença de morte. Cada vez mais existem tratamentos e procedimentos seguros, podendo te dar qualidade de vida independentemente de qualquer condição.

10 Mandamentos Para um Coração Saudável (Parte 1)

Ser saudável às vezes parece uma tarefa super difícil, mas a verdade é que não precisa ser. Tendo um pouco de atenção ao dia a dia e fazendo mudanças simples, é possível transformar nosso organismo. E isso inclui ter um coração com muito mais saúde.

Claro que não existe uma fórmula mágica para ganhar saúde de uma hora pra outra. Contudo, pequenas atitudes regularmente podem fazer uma imensa diferença a longo prazo.

Vamos falar sobre os 10 mandamentos para conseguir esse tipo de mudança, começando com as 5 primeiras hoje e mais 5 na próxima sexta:

  • Diga Não à Obesidade: sim, não é tão fácil assim combater o sobrepeso e a obesidade, mas é importante que você o faça mesmo assim. Não precisa ser magrinho, mas ter um bom índice de massa corporal é essencial. Controle seu peso o máximo que puder.

  • Consulte Seu Médico: toda e qualquer doença que for descoberta no começo tem mais chances de tratamento e cura. Não hesite em ir ao médico regularmente, ainda mais se tiver algum histórico de doença.

  • Veja sua Pressão: a hipertensão é uma daquelas doenças silenciosas mais perigosas. Vá ao posto, farmácia ou hospital sempre que puder pra aferir sua pressão e ver se está tudo certo. Vale até manter um registro dos resultados.

  • Pare de Fumar: o cigarro é cruel para a circulação, o coração, o pulmão, enfim. Não pode fazer parte da sua vida. Não importa como, não importa o quanto parece impossível, faça de tudo para parar de fumar. Você consegue!

  • Corte o Sal: antes de comer qualquer coisa industrializada, confira os níveis de sódio. Você vai ficar impressionado com quanto sal consome. Esse exagero contribui para o inchaço e para o aparecimento de várias doenças, incluindo hipertensão.

Na próxima sexta-feira, 26 de maio, vamos continuar falando dos mandamentos para um coração saudável!

É Normal Ter Reação da Vacina Contra a Gripe?

Estamos perto do dia D da vacinação contra a gripe em 2017 e muita gente ainda tem medo de tomar a vacina. A possibilidade de uma reação ao medicamento ainda assusta muita gente, mas será que precisa temer os efeitos colaterais mesmo?

Não. A vacina é bastante segura e embora possa causar reação, não deve ser nada perigoso. No entanto, é importante tomar alguns cuidados antes de ser imunizado contra a gripe.

Cuidados com a Vacina

Primeiro de tudo, existem pessoas que não podem tomar a vacina. Quem tem alergia à proteína do ovo, que está presente na fórmula, não pode ser vacinado. É importante que você tenha certeza que não é o seu caso.

Já para quem está no grupo de quem precisa de vacinação, é essencial lembrar que não se deve tomar a vacina já estando gripado. É preciso esperar até melhorar, caso contrário, pode acabar aumentando os sintomas.

Reações à Vacina da Gripe

O próprio Ministério da Saúde adianta que é possível sofrer alguns efeitos colaterais, mas todos comuns. Em algumas situações, pode ser que apareça um nódulo pequeno e macio no local da aplicação da vacina. Isso pode ser causado pela maneira como a injeção é feita.

Para os indivíduos que não têm o hábito de tomar a vacina, também podem aparecer febre e mal estar algumas horas após a aplicação. Essas reações costumam se resolver sozinhas em pouco tempo.

Algumas pessoas podem desenvolver um quadro semelhante à gripe ou resfriado alguns dias depois da vacinação. Isso costuma acontecer com quem já tem a imunidade mais baixa, embora na maioria dos casos essa situação não esteja diretamente relacionada à vacina.

Qualquer outra reação deve ser avaliada por um médico especializado, já que pode se tratar de alguma doença que não tenha nada a ver com a imunização.