Top 10 Mentiras Para NÃO Contar ao Médico (Parte 1)

mentir-para-o-medico-1A gente é sempre meio medroso em relação à saúde, né? Muitas pessoas sequer contam direito seus sintomas ao médico com medo de ter alguma coisa. Mas, e se essas pequenas mentiras estiverem mascarando uma doença que pode ser tratada e curada?

Por mais que tenhamos inseguranças em relação a ficar doente, a verdade é que sempre melhor saber o que está se passando e fazer o possível para melhorar. Ao invés de deixar aquela dorzinha crescer a cada dia, é muito mais fácil (e barato) tratar logo de uma vez, enquanto é apenas um incômodo pequeno.

Por isso, fica aqui a dica, pare de contar mentiras ao seu médico, principalmente estas que vamos listar a seguir:

  • Medicação: tudo bem se você esquecer de tomar o remédio na hora certinha, mas nada de esconder esses lapsos do profissional. Se você não estiver fazendo o tratamento corretamente, é melhor contar e adequar a medicação para que você lembre. Caso contrário, pode acabar tendo que tomar medicamentos mais fortes, à toa.

  • Automedicação: a gente bem sabe que você tem uma farmacinha particular em casa, não adianta esconder. Seja muito claro com seu médico sobre o que você já tomou antes da consulta. Isso pode afetar muito os seus sintomas.

  • Jejum: certos procedimentos exigem que você fique em jejum por algumas horas. Por mais que você fique com vergonha se tiver bebido ou comido fora do prazo que te deram, não esconda do médico. Isso pode afetar o resultado de exames e até da anestesia antes de algum procedimento.

  • Álcool: não seja aquela pessoa que vive tomando aquela cerveja e chopp e se faz de santo na frente do médico. Por mais que você não se considere um alcoolista, essas bebidas podem estar, sim, afetando o funcionamento do seu corpo.

  • Cigarro: cerca de 13% dos fumantes escondem esse hábito, o que pode ser muito prejudicial na hora de descobrir alguma doença. Se você tem vergonha de fumar, aproveite o momento para pedir ajuda para parar. Pode ser sua chance de parar de fingir pra sempre e ainda se livrar do vício.

É muito importante que você tenha consciência de que seu médico não está ali pra te julgar. Ele conhece casos diversos e está pronto para te atender, qualquer que sejam seus sintomas ou decisões. Falar abertamente com ele faz toda diferença no seu tratamento.

Na próxima segunda-feira, 12 de setembro, voltaremos a falar sobre esse assunto. Será que você já contou alguma dessas mentirinhas para o seu médico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *