Outubro Rosa: 10 Dicas Para Prevenir o Câncer de Mama (Parte 2)

A prevenção é a grande intenção do Outubro Rosa. O câncer de mama pode ser curado muito mais facilmente quando descoberto nos estágios iniciais. É por isso que é essencial se prevenir da melhor maneira possível.

Uma das coisas mais importantes para a prevenção é conhecer e ficar atento aos sinais do próprio corpo. Para te ajudar nessa tarefa, seguimos hoje com nossas dicas para prevenir o câncer de mama:

  • Autoexame: nada é mais importante do que examinar as próprias mamas com regularidade. O mais indicado é avaliar os seios entre o quarto e o sexto dias após o fim da menstruação, procurando qualquer sinal de nódulo ou caroço que possa ter aparecido. E se algo estiver diferente, é preciso procurar o médico rapidamente.

  • Remédio: para grupos de risco aumentado, o especialista pode receitar uma medicação específica para tentar reduzir as chances de aparecimento de tumores. Se você se encaixa nesse grupo, procure um médico especializado.

  • Cigarro: pare de fumar já. Não existe meio termo. As substâncias presentes no cigarro favorecem o aparecimento de tumores. Cerca de 30% das pessoas com câncer fumam.

  • Peso: é sempre importante evitar a obesidade, mas após a menopausa, é ainda mais essencial. O excesso de gordura aumenta a produção de estrogênio, o que acaba facilitando o aparecimento de tumores. Tente ao máximo manter seu peso em níveis adequados.

  • Mamografia: além do autoexame, a mamografia é outra maneira de prevenir o câncer e ter um diagnóstico precoce, se for o caso. Para mulheres acima dos 40 anos, é preciso fazer anualmente.

Aproveite o mês de outubro para agendar sua mamografia e mantenha sempre uma agenda disciplinada de autoexame. Isso pode fazer uma imensa diferença na sua vida!

Outubro Rosa: 10 Dicas Para Prevenir o Câncer de Mama (Parte 1)

Chegamos a mais um Outubro Rosa e a importância de se prevenir contra o câncer de mama é cada vez maior. É essencial que as mulheres se preocupem cada vez mais com a sua saúde.

Houve um tempo em que o diagnóstico de câncer era quase uma sentença de mortes, mas estamos cada vez mais distantes disso. O câncer de mama descoberto em estágio inicial tem grandes chance de cura, por isso é essencial e prevenir e ficar sempre atenta.

Para te ajudar nessa tarefa, vamos dar 10 dicas de prevenção nessa semana. Confira as cinco primeiras abaixo:

  • Alimentação: os estudos científico ainda não conseguiram determinar com exatidão que tipo de alimento pode causar doenças como o câncer. Contudo, já se sabe que o excesso de peso é um fator de risco para o câncer de mama. Cuide da sua dieta, principalmente depois da menopausa quando o a mulher para de produzir estrogênio.

  • Atividade Física: a gente sempre pensa que exercício físico serve só pra emagrecer, mas é muito mais do que isso. Já foi comprovado que pessoas que praticam atividade regularmente podem diminuir suas chances de ter câncer de mama em quase 20%.

  • Bebidas: se você toma uma cervejinha por fim de semana ou bebe um pouquinho em ocasiões especiais, com certeza terá menos chance de desenvolver câncer de mama do que quem consome bebida alcoólica diariamente. É essencial controlar o álcool.

  • Reposição Hormonal: além de contar com vários riscos para a saúde, a reposição hormonal com estrogênio e progestina eleva consideravelmente as chances de aparecimento de algum tumor na mama.

  • Amamentação: muitas pesquisas já comprovaram que amamentar diminui consideravelmente as chances de aparecimento de câncer de mama. O ideal para mães e filhos é amamentar por até 2 anos.

Descoberto no começo, o câncer de mama possui grandes chances de cura. Aproveite o Outubro Rosa 2017 para se cuidar mais! Na próxima sexta, publicaremos mais 5 dicas importantes para sua saúde.

Outubro Rosa: Prevenção do Câncer de Mama

Outubro_RosaComeça o mês de outubro e, com ele, muitas campanhas sobre o chamado Outubro Rosa. Este é um período dedicado a alertar a população a respeito dos riscos do câncer de mama, bem como a importância de exames preventivos, como a mamografia.

Iniciado no começo da década de 90, este movimento surgiu a partir de um evento chamado Corrida Pela Cura, realizado em Nova Iorque anualmente. Desde então, vários países aderiram à corrente, especialmente por causa do alto índice diagnóstico de câncer de mama, até mesmo no Brasil. Por aqui, este é o segundo câncer de maior incidência, tornando a prevenção essencial..

A boa notícia, porém, é que se descoberto na fase inicial, este é também um câncer com grande possibilidade de cura. Saiba mais sobre a doença:

  • O Que é: um corpo saudável possui células formadas por genes que têm a função de manter o organismo funcionando. No entanto, por algum motivo ainda não desvendado, pode acontecer de estes genes começarem a agir de maneira anormal, e é assim que surgem os tumores. No caso do câncer de mama, este crescimento desorganizado por criar um tumor maligno.

  • Prevenção: infelizmente, ainda não existe uma fórmula exata sobre o que gera o câncer de mama. Existem certos grupos de risco, contudo, a doença possui um modo de operação muito próprio, o que torna essencial a necessidade de se fazer exames periodicamente, para detectar o surgimento de algum nódulo.

  • Riscos: mulheres – e em menor incidência, homens – que posseum histórico familiar da doença estão dentro de um grupo de risco maior. Idade acima de 50 anos também um fator relevante. Da mesma forma, mulheres que não engravidaram antes dos 35 anos, ou não tiveram filhos, estão igualmente no grupo. Mas é importante dizer que isso não significa que estas pessoas necessariamente terão câncer, apenas que precisam estar mais atentas à saúde.

  • Exames: toda mulher deve fazer o auto-exame de mamas mensalmente, poucos dias após o período menstrual, tomando este tempo para procurar qualquer modificação nas mamas. O mais importante neste período é não ter medo de qualquer alteração que possa aparecer. Se você encontrar qualquer nódulo ou alteração no tecido, vá ao médico o mais rápido possível. Pode ser o primeiro passo para sua cura ou para descobrir que foi apenas um susto. Não se deixe levar pelo medo.

  • Mamografia: para quem faz parte do grupo de risco ou já tem mais de 40 anos, a realização de mamografias periodicamente é essencial. O exame vai te ajudar a acompanhar a saúde da suas mamas com mais cuidado.

Na prevenção do câncer de mama, o mais essencial é deixar o pudor e o medo de lado. Com a medicina cada vez mais moderna, descobrir um nódulo está longe de ser uma sentença de morte. Esqueça os mitos e tabus, prevenir é sempre o melhor caminho e, mesmo se você desconfiar que possa ter a doença, não hesite em procurar um médico de sua confiança.Quanto antes você começar o seu tratamento, maiores serão suas chances de se curar.