Suco Detox Pós Carnaval

Quarta-feira de cinzas e aquela sensação de inchaço, ressaca, cansaço, e fim de carnaval é triste. Por isso, é importante você já aproveitar para fazer aquele detox e colocar seu organismo nos eixos.

Como esse é um dia em que se inicia a quaresma, pode ser sua chance de começar eliminando a carne do cardápio temporariamente. Apostar em saladas e folhas verdes pode ajudar a dar mais leveza para o organismo.

Outra receitinha infalível para desintoxicar está nos sucos. Usando os ingredientes certos, é possível desinchar e ainda queimar os excessos da folia.

Suco Detox Poderoso

Esse suco pode ser tomado em jejum sempre que você sentir que exagerou. Com abacaxi, couve e gengibre, essa receita funciona como diurético, facilita a digestão, e ainda acelera o metabolismo.

Ingredientes: 

  • 1 abacaxi médio descascado, sem coroa e fatiado;
  • 2 folhas grandes de couve manteiga crua com talo;
  • ½ litro de água;
  • Rodelas de gengibre;
  • Suco de três limões.

Modo de Preparo: Bata tudo no liquidificador e tome sem coar.

Desintoxicando o Organismo

O abacaxi é uma fruta com muitos nutrientes, sendo rico em água. A hidratação é essencial principalmente depois de um período de alimentação desregrada e consumo de álcool.

Já a couve funciona como uma espécie de vassourinha para o estômago. Sua quantidade generosa de fibras faz com que as toxinas sejam liberadas mais facilmente. E o gengibre completa essa fórmula sendo o responsável por acelerar o metabolismo e aumentar a queima de calorias.

Quanto Tomar o Suco Detox

O ideal é iniciar seu dia já ingerindo o suco. Você também pode substituir uma refeição do dia por um copo, mas é interessante que seja sempre preparado na hora, para não perder seus nutrientes.

Você também deve cuidar da alimentação, o suco não faz milagres se você continuar comendo alimentos pesados e calóricos. A ideia é dar uma pausa para o seu organismo se recuperar e você precisa fazer sua parte para isso.

Barriga Solidária: Existe Barriga de Aluguel no Brasil?

Kim Kardashian teve seu terceiro filho há alguns dias e um detalhe chamou muita atenção nas últimas semanas; ela optou em ter o bebê através de uma barriga de aluguel. E para muita gente no Brasil ficou a dúvida, é possível fazer o mesmo por aqui?

Sim e não. Em solo brasileiro, o que existe é a possibilidade de uma Barriga Solidária. Na prática, isso significa que parentes do casal que deseja ter um filho podem oferecer o útero.

Entenda Como Funciona a Barriga Solidária

Funcionando de maneira diferente dos EUA, a gravidez gestada em outra barriga segue regras rígidas, entenda:

  • Aluguel: enquanto Kim pagou quase R$200 mil para a mulher que carregou seu filho, no Brasil essa situação é considerada crime. A doação/empréstimo do útero não pode ser uma relação comercial. O termo ‘útero de substituição’ é considerado o mais adequado, já que não se pode pagar pela gestação.

  • Parentesco: até 2013, a barriga só poderia ser oferecida em solidariedade por parentes de até segundo grau, justamente para evitar qualquer possibilidade de transações financeiras em troca da gravidez. Desde então, a regra passou a permitir que familiares de quarto grau, como tias e primas, também possam emprestar o útero.

  • Exceções: quando não existe vínculo familiar entre o casal que quer a barriga solidária, é preciso pedir autorização para o Conselho Federal de Medicina, responsável por regulamentar a prática.

  • Processo: o preparo do útero solidário começa antes da fertilização in vitro, com avaliações do útero, organismo, entre outros. Uma preparação psicológica também é considerada essencial, para que a doadora entenda a ausência de vínculos com o bebê.

  • Direitos: muita gente tem dúvidas sobre a possibilidade da doadora do útero requerer a guarda do bebê ou algo assim. No entanto, desde a decisão de ser barriga solidária, fica-se claro que a gestante não te qualquer direto sobre a criança, não podendo pedir custódia, nem nada.

Vale dizer que o a mãe biológica também precisa estar preparada para o processo, já que outra mulher estará vivendo sua gravidez. Ter ajuda especializada é essencial ainda antes de iniciar o processo.

18 Dicas Para Melhorar Sua Vida em 2018 (Parte 2)

Como foi a primeira semana de 2018 pra você? Está conseguindo colocar seus novos planos em prática?

Todo começo de ano é sempre uma boa oportunidade para estabelecer novos desejos e metas. No entanto, nem só de grandes objetivos se deve viver. Pequenas mudanças em sua rotina já podem ajudar bastante a melhorar sua vida.

Já falamos sobre 9 dicas de como viver melhor em 2018, e encerramos a lista hoje com mais 9:

  1. Utilize aplicativos para se organizar: nem tudo que a gente quer dá pra fazer sem planejamento e um bom app pode ajudar muito. O celular é tão parte da nossa vida que às vezes esquecemos que ele pode ter outras funções além da internet. Use aplicativos para deixar tudo mais organizado.
  2. Questione-se: pare de fazer as coisas automaticamente. É essencial que, antes de qualquer atividade ou decisão, você se pergunte porque está fazendo isso. Sua vida vai ficar muito mais clara.
  3. Comece a fazer exercícios: se você é sedentário, aproveite a oportunidade para se colocar em movimento. Não precisa de academia ou grandes gastos. Uma caminhada pela vizinhança já contribui bastante.
  4. Escreve o que faz bem: quem tem dificuldade de acordar de bom humor pode adotar um hábito simples de positividade. Ao acordar, escreva alguma coisa que te faz bem e agradeça por isso.
  5. Crie uma poupança: sabe quando uma emergência te pega desprevenido? É essencial ter alguma economia para essas situações. Tenha uma poupança, mesmo que seja com um valor baixo. Depositar um pouquinho a cada mês pode ser decisivo a longo prazo.
  6. Aprenda a meditar: calma, você não precisa sentar e ficar em silêncio por horas. Mas tirar 5 minutos por dia para fechar os olhos e desligar a mente e descansar do mundo por completo.
  7. Aproveite mais o dia ao ar livre: é comum ficar cada vez mais fechado dentro de casa ou do escritório e nosso corpo precisa de sol. Tente sair mais ao ar livre, nem que seja durante o almoço ou alguns minutos do final de semana.
  8. Defina uma rotina: ter horário para acordar, almoçar, dormir, etc ajuda muito no funcionamento do organismo. Evite a bagunça ao máximo.
  9. Não se cobre tanto: tente não passar o ano pensando naquilo que não fez e precisa fazer. Foque naquilo que te traz satisfação e celebre cada meta cumprida. Isso te dará mais ânimo.

Para encerrar, vale dizer que sempre é hora de adotar novos hábitos. Não precisa esperar 2019 para mudar algo que está te incomodando. Comece desde já!

18 Dicas Para Melhorar Sua Vida em 2018 (Parte 1)

Agora sim o ano de 2018 começou de verdade! A primeira semana útil do ano é marcada por uma certa lentidão, porém, é uma grande oportunidade para pensar no que você quer melhorar sua vida neste ano.

A maioria das pessoas sempre foca em grandes mudanças, mas a verdade é que mesmo pequenos detalhes podem fazer diferença.

18 Dicas Para Melhorar em 2018

Sabe quando você está insatisfeito e nem sabe direito porque? Ficar atento aos detalhes pode ser a resposta para conseguir uma rotina mais satisfatória. Confira as dicas:

  1. Comece sempre pelas tarefas mais difíceis. Assim você evita aquela vontade de ficar adiando até não poder mais, até complicando as coisas.
  2. Quando for comprar alguma coisa que não precisa, imagine ou coloque o dinheiro em uma mão e o produto em outra. Será uma maneira de visualizar seus ganhos e perdas, percebendo se vale realmente a pena gastar em algo desnecessário.
  3. Tenha um lanche saudável sempre com você. A gente tem mania de comer alimentos calóricos no trabalho, na rua, na faculdade. Para quem quer melhorar a saúde, ter um lanchinho como uma fruta, por exemplo, ajuda bastante.
  4. Troque a dieta pela alimentação intuitiva. Essa é uma tendência recente, que prega que você não deve comer com restrições e sim avaliar as consequências do que está comendo. Se ingeriu algo que fez mal, pare ou diminua a ingestão não por culpa, mas porque não te faz bem.
  5. Habilite a opção de cancelar envio de emails se for uma pessoa muito impulsiva. Pode te ajudar a prevenir erros.
  6. Esqueça as comparações com outras pessoas. O ideal é pensar em quem você era há 3, 5, 10 anos atrás. É mais justo comparar apenas as versões de si mesmo.
  7. Faça as tarefas rápidas rapidamente. Se demora apenas 1 minuto, simplesmente comece e termine, sem pensar ou adiar muito. Seu dia será muito mais produtivo.
  8. Se quer começar a acordar mais cedo, um bom truque é começar o dia com uma tarefa prazerosa. Isso vai te ajudar a ter mais motivação.
  9. Agende intervalos. Ao invés de ficar se cobrando por perder o foco, prepare sua rotina pensando em pausas para se distrair.

Facilitar sua própria vida pode ajudar muito a melhorar sua rotina. Tente não pensar tanto no que é difícil e mais no que você pode conseguir sem muito drama.

Na próxima sexta-feira, 12 de janeiro, traremos as outras 9 dicas para seu 2018!

Você Sabe o que é Plantar a Lua?

Nessa semana, a atriz Bianca Bin virou o centro de uma polêmica ao falar sobre um ritual envolvendo sangue menstrual. Você já ouviu falar em Plantar a Lua? Tem ideia do que se trata?

Para entender melhor o ritual que tem ganhado força entre algumas mulheres, é preciso entender que existem tradições que se perderam ao longo do tempo. Houve uma época em que o sangue da menstruação era considerado sagrado e poderoso. Assim, era comum colocá-lo na terra, ou devolvê-lo à terra.

Ciclo Natural

Atualmente, a menstruação é mais encarada como algo sujo. O que o ritual de Plantar a Lua propõe é tratar esse ciclo como natural e aproveitar o período do mês para realizar uma comunhão entre o corpo da mulher e o universo.

Incentivadora da prática, Bianca fala do ritual como um momento de gratidão e entendimento íntimo. “É uma forma de fechar o ciclo. Isso mudou minha relação com meu corpo e com me entender mulher. O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre”, explicou.

Como Plantar a Lua

O simbolismo de Plantar a Lua ainda traz muitas dúvidas, porém, o processo é bastante simples. A atriz utiliza o coletor menstrual e mistura seu sangue a um pouco de água antes de regar algumas plantas. O ritual exige um momento de silêncio e autoavaliação.

Quem é adepto do hábito pode tanto oferecer o sangue para uma única planta especial, quanto para um jardim. O importante do processo é conseguir a conexão entre a mente e a natureza.

Como já era esperado, a explicação e o incentivo de Bianca para o ritual gerou muita polêmica. Contudo, se trata de um processo íntimo que nada tem a ver com questões de higiene, passando principalmente pelas crenças de cada um.