Top 5 Dicas Para Se Adaptar ao Horário de Verão

O horário de verão pode ser maravilhoso para quem pode curtir mais o fim do dia, mas é péssimo para o organismo. Até a gente entrar no ritmo, precisamos passar por um processo de adaptação.

Para muitas pessoas, isso significa quase perder a hora de manhã, sentir dor de cabeça e uma sensação de estranheza ao decorrer do dia. Por isso, é essencial tentar se adaptar ao máximo já na primeira semana do novo horário.

Confira a seguir 5 dicas que vão ajudar muito nesse processo:

  • Sono: resista ao máximo à ideia de ir dormir no horário de sempre. Por mais que você não esteja com sono, vá pra cama até 2 horas antes do que está acostumado e aproveite para relaxar e esquecer aquela tensão de ‘tenho que dormir antes, tenho que dormir antes’. Em poucos dias, você vai ver que seu relógio biológico vai entrar no ritmo.

  • Vá Devagar: outro ponto importante é não ficar pressionando seu organismo com atividades demais. Respeite a mudança e pegue leve nos exercícios, nas tarefas do dia a dia e também na alimentação. Tente deixar seus dias mais leves.

  • Organização: se você sabe que vai ter que sair correndo pela manhã, deixe tudo pronto na noite anterior. Se quer ter um tempo para tirar um cochilo na hora do almoço, deixe a comida pronta ou semi pronta. Essa organização vai permitir que você tenha mais chance de se sentir confortável com o novo horário.

  • Banho morno: uma das coisas que mais prejudicam o organismo nessa fase é a sensação de que estamos correndo contra o tempo. Para evitar que você durma e permaneça com essa urgência, tome um banho morno antes de ir pra cama. Vai te ajudar a relaxar.

  • Ponto Positivo: foque naquilo que você mais gosta nesse novo horário. Poder aproveitar o sol no fim da tarde para uma caminhada é sempre uma boa ideia. Pense mais no lado bom dessa mudança do que no que te incomoda.

Pode ser que este seja o último ano em que nós brasileiros teremos o horário de verão, então aproveite! Não se deixe levar pelas dificuldades de adaptação e curta a mudança ao máximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *