Top 5 Sinais de Câncer

 

CancerHouve um tempo em que falar a palavra câncer já era assustador. Agora, porém, já se sabe que quanto antes iniciar o tratamento, maiores as chances de cura. Por isso, é importante ficar atento a qualquer sinal diferente dado pelo seu corpo.

Na verdade, a questão nem precisa se limitar a ter câncer ou não, mas em perceber qualquer alteração no organismo. Nossa natureza é maravilhosa e sempre dá um jeitinho de avisar que está na hora de fazer um checkup.

E se você está em dúvida sobre procurar ou não um médico, confira 5 sinais de que você precisa de uma consulta especializada:

  • Perda de Peso: sim, todo mundo costuma sempre querer perder um ou dois quilinhos, mas qualquer emagrecimento repentino e não desejado precisa ser investigado. A não ser que você esteja de dieta ou se recuperando de alguma doença, perder muito peso em pouco tempo é um sinal de alerta.

  • Sangramento: tudo bem sangrar se você tiver sofrido algum impacto ou algo do tipo, mas sangramentos espontâneos regularmente também precisam ser avaliados. De vez em quando até pode sair sangue do nariz, mas se isso acontecer frequentemente, e em outras partes do corpo, converse com seu médico.

  • Ferida: sabe aquela feridinha incômoda na pele, que parece não sarar nunca? Não precisa se assustar, mas pode ser o aparecimento de um câncer de pele, por exemplo. Fique atento para qualquer alteração que dure mais tempo do que você considera normal.

  • Tosse: depois de uma gripe ou resfriado, a tosse é absolutamente normal. Mas se exceder uma semana ou mais, pode indicar alergia, asma ou sinusite. E se acompanhada de rouquidão, de algum problema na garganta ou tireóide.

  • Fadiga: nossa rotina é cada vez mais puxada, mas se você estiver se sentindo cansado e fadigado o tempo todo, é possível que exista algo de anormal. Nem sempre é um indicativo de câncer, é claro, mas também pode indicar que a doença está presente no sangue, entre outros.

Vale dizer que estes sinais nem sempre indicam o diagnóstico de câncer. Na verdade, na maioria dos casos, é alguma outra doença corriqueira. O importante é tirar o peso do medo de consultar e ter confiança de que, seja o que for, você está se tratando.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *